Hoje, 7 de maio, 20 horas.

João senta-se em seu sofá de couro sintético e, olha para cima. Manchas de gordura, mofo, uma lâmpada. E no noticiário da tarde acabaram de falar, falar o que mesmo?
Encaminhou-se à geladeira de inox prateado e separa de outras onze, uma cerveja. Senta-se em sua poltrona, a olhar seu sofá. Sua sala realmente era bonita, todos sofás novos. Mas como um couro sintético de mais alta qualidade não o deixava se abundar por mais de cinco horas? O vendedor garantiu-lhe que, dez horas confortáveis, até quinze, tudo dependendo do formato de seu traseiro.
O toque quase silencioso de seu celular não foi o bastante para desvidrar os olhos da TV, mesmo assim o atendeu. Era uma sua namorada, aquelas qual falavam de vez em quando naqueles momentos tediosos antes do sono. A, o sono, como pode ser tão perda de tempo? Enquanto temos partidas de futebol, computadores, trabalhos, estresses, vidas para cuidar. O sono representava apenas mais uma de suas partes. Mas claro, sua cama também, era confortável demais, já haviam lhe dito que camas confortáveis não são realmente confortáveis.
Ainda sim, João ainda conversa com ela, falavam sobre a noite passada, como dormiram. Ele nunca havia visto de tão certo modo como esse, aquela voz, dentre todas, a mais macia, mais reconfortante, mais amável. Mas só ouvia isso também. Um novo partido político tinha sido criado. Como podiam! Mas também, era o que ele esperava, o mundo não estava tão bom quanto ele desejava, faltavam-lhe sofás, namoradas, cervejas, TVs e vendedores.

Anúncios

~ por Morte. em dezembro 15, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: