Meus vaga-lumes.

talvez eu só esteja aqui sentado por muito tempo.

olhando as estrelas como se elas dançassem em torno do meu corpo.
espero sentado como se o mundo girasse em minha volta.

e a valsa toca em compassos lentos, em suas notas altas.

do ventre do violinista só ouço ruídos.

deito-me, conto as estrelas, os compassos, as notas.

perco-me ainda mais nos meus próprios pensamentos, tristes.

sento-me e vejo que tudo eram apenas vaga-lumes,

daqueles brincalhões.

que te falam:

“olha, olha, estrela eu sou!”

brincam, brincam. sonham!

as estrelas começaram a rodar de novo.

sempre achei que meus vaga-lumes eram estrelas.

Só acho que então,

nunca vi estrela alguma.

Anúncios

~ por Morte. em dezembro 9, 2011.

Uma resposta to “Meus vaga-lumes.”

  1. Gostei é Encantador *—–*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: