Seus contos.

Coleciono contos.
Coleciono contos, tortos.

Coleciono vidas,
escritas em nuances pretas e brancas.

Eu sempre fui de colecionar. Sempre gostei da arte de guardar coisas tão inúteis que nem deus sentiria falta.

E qual deus sentiria falta da sua vida?

“Talvez se eu fosse menos algo, Eu seria mais eu que agora.”

Nem mesmo, ninguém.

Anúncios

~ por Morte. em julho 1, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: