nova cenestesia.

Tentou ser rude. Tentou ao máximo dizer palavras terríveis que causassem dor a quem lhe feria. Tentou portar espadas e matar leões, dragões. Mas a espada era pesada demais para a sua boca e as palavras que matariam os tigres que lutavam pela sua carne, calaram-se. Sua arte não era a guerra. Que arte era a sua? Tomou as ruas como se fossem suas, encostou a testa suada sofrida no asfalto quente e tão podre quanto cinza. E ali, onde o suor mais deixou marcas, beijou o chão chamando para si a vida que se estendia submissa sobre os pés da cidade. Queria para si a força que se perdia ali. Torna-se a terra forte que sobrevivia ao peso do progresso. Queria aquela força, aquela dor, aquele ódio, aquela brutalidade. Deus! Queria aquela insensatez que al sabia se habitar ali, mesmo que os outros não percebessem e tentassem a todo custo arrancá-la de sua adoração, puxando-a para longe do chão. Não entendiam que ela não tinha medo dos carros e suas buzinas?  Que fossem tocá-las no inferno. O momento divino em que se encontrava devorava o medo da morte. O SEU medo da morte. Enroscou-se com o chão e a terra oculta sussurrou mistérios á seus ouvidos, chamando-a para mais perto dela. Como iria? De repente, tornou-se forte. Tomou a espada nas mãos, cravou-a entre as linhas da faixa de pedestres e um caminho se abriu. Entregou-se nua á terra, tornou-se parte de suas vísceras para jamais tornar a ser lançada á porcos. Deixou-se ser abocanhada, tragada pela natureza bruta que procurava.

 

Anúncios

~ por Cirurgião em abril 8, 2011.

Uma resposta to “nova cenestesia.”

  1. Muito lindo,adorei a construção *—* Parabéns necromante …
    ( C.da moRTe)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: