Folclore dos que vão…

peguei carona no rabo da sereia
me levou onde canta o caipora
lá onde nasce o boitata
onde o boto aprendeu a amar

Fumei o cachimbo do saci
então compreendi o curupira
que não defende a floresta
e sim suas raizes

de onde eu vim a cachoeira cai
e volta pra abençoar os que ficaram
e os que vão vir,
vão sentir todo essa dor
dos que vão
e só voltam por um milagre

Anúncios

~ por Cirurgião em janeiro 23, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: