Pareçe que eu tenho uma guitarra.

Me pareçe que eu tenho um turbante.

 

 

Me pareçe que meu violão nao é de nylon.

 

 

Me pareçe que minha vida nao é de cetim.

 

 

Me pareçe tudo tão sujo.

Tão Branco e Podre.

 

 

Me pareço mais devaneio.

 

 

Me pareço um gringo.

 

 

Me pareço um macaco.

 

 

Me pareço um mendigo.

 

 

Me pareço comigo mesmo.

 

 

Mas parece que eu tinha uma guitarra.

 

 

Me pareço quando era comigo mesmo.

 

 

Me pareçe que pareci.

 

 

Parece que eu tenho uma vida,

 

 

Guitarreada.

 

 

Me parece que qualquer papel que escrevo, sou eu.

 

 

E eu, qualquer papel.

 

 

Eu tenho um post enorme.

 

 

Me pareço que nem eu me leio.

 

 

Eu tenho um blog enorme.

 

 

Me parece que nem ele se lê.

 

Nem eu me leio.

Anúncios

~ por Cirurgião em janeiro 21, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: