Maldito poeta, maldita mudança

As coisas mudam
Mudam
Mudam
Mudam

Mas me aparenta que nada muda
Nada muda
Nada muda
Nada muda

Eu esperando por uma mudança
Elas vêm
Vêm
Vêm

Mas não parece
Nada vem
Vem
Vem

E eu em meu refugio
Esperando a maldita mudança
O poeta maldito
Esperando a maldita mudança

Anúncios

~ por Cirurgião em janeiro 13, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: