Eu sou quem sou!

O titulo talvez soe um pouco poético, mas por incrível que pareça, não vêm aí um poema, vem um texto, um texto que tente exprimir uma certa revolta minha, e se sair muito “brisado”, tentem ignorar.
Você provavelmente já passou por essa situação, você vai sair de casa e sua mãe diz algo como “leve o documento”, ou então “sem documento você não é ninguém”, e infelizmente ela está certa.
Essa maldita sociedade prega que você só é alguém com um pedaço de papel acompanhado de seu nome, sua foto e um número conhecido como “Registro geral”.
Se ainda não entenderam minha revolta aqui, quero dizer que eu sou quem sou, pela minha humanização e não por um pedaço de papel seguido por uma foto e um número, é isso que a sociedade prega, você só é alguém com um pedaço de papel seguido de foto e número, não importa o real ser que você é, não importa sua humanização, importa se você tirou um maldito “documento” conhecido como registro geral.
Eu queria ao menos uma vez que a sociedade reconhecesse a minha humanização e a de outros trilhares de trilhares de pessoas ao redor do mundo!

Anúncios

~ por Cirurgião em janeiro 9, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: